Comprovar renda é fundamental para alugar ou comprar um imóvel. Essa é uma das formas que as instituições financeiras utilizam para analisar a liberação do financiamento. Afinal, essa será a garantia que você irá conseguir arcar com os custos das prestações.

Quando se compra um imóvel pelo SFH (Sistema Financeiro da Habitação), um dos pontos cruciais é a análise da comprovação de renda. O potencial de financiamento dirá qual o valor do imóvel que poderá adquirir. Para saber o seu, solicite agora uma simulação gratuita.

Após saber qual o valor do imóvel e suas condições de pagamento, deverá procurar um banco para contratar o financiamento. Neste momento, a renda precisará ser formalizada e comprovada para a liberação.

No entanto, muitas pessoas não sabem como comprovar a renda, principalmente, autônomos ou que tenha um trabalho informal. De acordo com os dados da última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), feita no primeiro semestre de 2017, o país tem cerca de 10,2 milhões de pessoas trabalhando sem carteira assinada e 22,2 milhões que trabalham por conta própria.

Enfim, como comprovar a renda se você se encaixa nessa situação? Ou se você ganha um salário fixo, registrado na sua carteira de trabalho, mas recebe parte “por fora”, como comprovar seu crédito?

A seguir, iremos tirar todas as suas dúvidas de como provar que sua renda é suficiente para financiar um imóvel.

Como comprovar renda?

Para comprovar a renda é sempre bom ter todos os documentos em mãos para ajudar no processo.  A forma mais fácil é apresentar extratos bancários, contracheques ou declaração do Imposto de Renda. Esses documentos variam de acordo com o seu tipo de prestação de serviço.

O Cadastro Positivo, oferecido pela Serasa Experian, empresa de proteção ao crédito, é mais uma opção para reforçar as suas condições de financiamento. Por meio do cadastro, ele atesta que todas as suas contas estão em dia, incluindo crediários, financiamentos, telefone, dentre outros. O cadastro é grátis e pode ser feito pelo site da Serasa.

Documentos necessários para comprovar a renda

Trabalhadores no regime CLT (carteira assinada)

Para o trabalhador formal e  que tem renda fixa, é possível comprovar com a Carteira de Trabalho. Outra opção é usar as cópias dos três últimos contracheques ou apresentar a declaração do Imposto de Renda do ano.

Se o seu salário for variável, será preciso mostrar comprovantes de pagamento de mais alguns meses. Normalmente, os bancos solicitam relativos a um ano.

Aposentados, pensionistas e rentistas

Os aposentados e pensionistas precisam apenas apresentar os últimos três comprovantes do pagamento do seu benéfico, além da declaração do Imposto de Renda do ano.

Quem vive de renda, como aluguéis ou investimento, precisa obrigatoriamente apresentar o Imposto de Renda. Se o dinheiro estiver aplicado, pode levar o Decore ou extrato das aplicações financeiras.

Trabalhadores autônomos e empreendedores

Autônomos e profissionais liberais precisam apresentar uma cópia do contrato de prestação de serviço, que especifica o valor do pagamento mensal, além da declaração do Imposto de Renda para comprovar renda.

O Recibo de Pagamento de Autônomo (RPA), a Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos (Decore) ou as notas fiscais emitidas também podem ajudar no processo. O Decore, por exemplo, é um dos principais meios de comprovação de renda para taxistas, caminhoneiros, dentistas, advogados e médicos. O documento pode ser obtido com um contador.

Tenha o nome limpo na praça

Caso tenha alguma dívida ativa na praça, provavelmente, não conseguirá um financiamento para comprar um imóvel. Antes, faça uma consulta do seu nome em sites como o Serasa e SPC, veja se existe alguma negativação. Caso seu nome esteja “sujo”, negocie e pague sua dívida diretamente as empresas que esteja devendo.

Após resolver essa situação, as chances de aprovar o seu financiamento serão maiores. Essas são algumas dicas de como comprovar a renda para comprar um imóvel.

Ainda com dúvidas? Deixe nos comentários que iremos te ajudar!

2 comentários

  1. Eu trabalho com carteira assinada e tenho FGTS pra da de entrada, e tenho vendas externas , não declaro imposto de renda por que ganho pouco com minhas vendas externas Tipo 600, 00 reais , o que posso fazer comprovar minha renda?

    Curtir

    1. Olá Elcila!
      Na verdade, envolve uma série de fatores a aprovação de crédito e também dos critérios do banco. Uma opção também são as suas movimentações bancarias. Sugiro que procure uma agência bancária para fazer essa simulação.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: