A compra de um imóvel não se limita a pesquisar o próximo endereço e pagar as prestações do financiamento. Existem muitas outras questões burocráticas e jurídicas que exigem cuidado e, principalmente, conhecimento na hora da compra.

Como quase ninguém tem tempo e nem conhecimento para entender todos os detalhes dos documentos envolvidos na transação imobiliária, o serviço de despachante é muito importante para auxiliar nesse processo.

Com a ajuda desse profissional você irá economizar tempo e evitar problemas futuros. Antes disso, vamos entender qual a função do despachante.

O que faz um despachante imobiliário?

Adquirir um imóvel significa lidar com questões burocráticas, fila em banco, cartórios, assinaturas, dentre outros. Isso demanda tempo, e nem sempre, temos conhecimento se um documento está correto. Qualquer detalhe, pode comprometer a compra do imóvel ou até mesmo perder o dinheiro já investido.

O despachante tem como função expedir toda papelada, dar continuidade aos negócios e representar o cliente junto aos órgãos públicos e privados. Por exemplo, caso precise providenciar alguma documentação no cartório, ele fará essa atividade por você.

Além da retirada e análise de certidões e contratos, também faz parte das atribuições dos despachantes:

  • Representar o cliente junto a entidades públicas e privadas;
  • Dar seguimento a negócios;
  • Despachar mercadorias;
  • Estabelecer a ponte entre o indivíduo ou a empresa e as repartições ou entidades públicas;
  • Contribuir para a resolução de problemas burocráticos.

Ou seja, ele trabalha com todas as questões legais que envolvem o processo da negociação imobiliária. O objetivo é agilizar o processo e não deixar “brechas” na documentação, para que a transação ocorra de forma correta e não haja problemas que impeçam a compra.

Quanto custa um despachante imobiliário?

O profissional pode trabalhar de forma autônoma, estar associado há alguma imobiliária ou ser uma empresa especializada nessa prestação de serviço. Independente da modalidade, a profissão é regulamentada por sindicatos.

De modo geral, os serviços costumam ser tabelados. O valor de uma escritura, por exemplo, gira em torno de um salário mínimo. Por sua vez, a assessoria para um financiamento sai um pouco mais caro.

Em Belo Horizonte, é comum ser cobrado a média de um salário mínimo, para a conclusão do processo de compra de um imóvel. A dica é procurar profissionais regulamentados e imobiliárias de procedência que possam indicar o serviço. Faça uma pesquisa e compare os preços, mas sempre desconfie de valores abaixo do mercado.

Despachante imobiliário substitui o corretor?

Um não substitui o outro, como mencionado o despachante realiza o serviço de assessoria quando cliente realmente fecha a negociação. A partir desse ponto, ele irá cuidar e auxiliar com toda a burocracia, emissão de documentos, financiamento no banco, dentre outros.

O corretor de imóveis é aquele profissional que irá te orientar sobre a compra. Ele ajudará a encontrar um imóvel dentro seu perfil e também das suas condições de pagamento, verificar a procedência dos proprietários e do imóvel escolhido. Além de conhecer os valores praticados do mercado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: