Segunda-feira é dia da nossa coluna “De Olho no Mercado”, agora você vai conferir as notícias que foram destaques no mercado imobiliário. Para começar a semana bem, vamos falar sobre os números positivos do crédito imobiliário e também sobre o otimismo para o segundo semestre deste ano.

Confira as notícias!

Números positivos no crédito imobiliário

A Abecip (Associação Brasileira de Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança) divulgou o seu informativo mensal com os números referentes ao mês de junho. Um dos destaques apresentados é o aumento no valor de financiamentos utilizando recursos da poupança, que cresceram 9,5% com relação a maio, totalizando mais de R$ 4,3 bilhões.

Apesar de o número ter sido inferior ao mesmo período do ano passado, ele indica uma tendência à estabilização nos financiamentos (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos), sugerindo uma situação positiva para o futuro.

Bancos privados ganham destaque nos financiamentos

Quando se pensa em financiamento imobiliário, quase sempre a resposta é Caixa Econômica Federal. Apesar de serem soberana nas mais variadas modalidades do financiamento, os bancos privados vêm ganhando destaque e aumentando sua fatia no mercado, especialmente nas linhas de recursos oriundos da poupança, conforme destacado no boletim da Abecip.

No último ano, várias notícias envolvendo a Caixa, como as constantes mudanças nas regras de financiamento, especulações com o programa Minha Casa Minha Vida, além das dificuldades encontradas em obter crédito junto ao banco público. Essas circunstâncias criaram uma oportunidade para os bancos privados, que passaram a ser mais procurado pelo público.

A Caixa Econômica e suas novas linhas de financiamento

Como acabamos de comentar, apesar dos bancos privados terem ganhado uma parcela dos financiamentos, a Caixa Econômica não ficou para trás nesta disputa. Apesar da instabilidade econômica do país e o processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, o banco ainda apresentou grandes mudanças que aqueceram o mercado imobiliário.

Somente neste ano a Caixa anunciou mais de cinco mudanças nos seus programas de crédito, como ampliação do uso do FGTS e do Minha Casa Minha Vida, aumentou o teto para financiamento de imóveis usados de 60% para 80% para trabalhadores públicos e de 50% para 70% para privados.  Além de começar a financiar imóveis de até R$ 3 milhões.

Quais as vantagens para o mercado?

A crise financeira diminuiu a disponibilidade das linhas de crédito no mercado, o que automaticamente dificulta o poder de compra das pessoas. Como abordado neste texto, os bancos aumentaram a sua oferta e ainda facilitaram as suas linhas de financiamento, o que impulsiona o mercado e ajuda o consumidor a adquirir a casa própria.

Outra vantagem importante para quem deseja comprar um imóvel, são as negociações com as construtoras. Como muitos empreendimentos não atingiram o índice de venda normal no primeiro semestre, as construtoras estão mais suscetíveis a negociar os preços e estão dando descontos que normalmente não era praticado no mercado.

Se você deseja comprar o seu imóvel, seja para moradia ou investimento o momento é um dos mais favoráveis neste ano.

Quer saber mais sobre o mercado e as melhores opções de investimento? Solicite agora uma consultoria gratuita!

 

Escrito por Casa Grande

Da equipe de conteúdo da Casa Grande.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: