No último domingo (31/07), o nosso diretor Pedro Augusto Rezende cedeu uma entrevista ao jornal Super Notícia, comentando sobre as expectativas do mercado imobiliário para a classe C. A nova classe média brasileira continua sendo um forte potencial consumidor e são os que mais estão adquirindo imóveis nos últimos tempos.

 

Na última década, a economia impulsionou milhões de brasileiros à classe média. Com este novo poder aquisitivo várias famílias conseguiram adquirir o primeiro carro zero, viajar de avião, entrar para universidade e no mercado imobiliário não foi diferente.

 

Um dos principais fatores para o aquecimento do mercado de imóveis foi à facilidade de adquirir crédito e financiamentos, o que torna o sonho da casa própria mais próximo da realidade.

Classe C: o novo foco das construtoras

Movimentando o mercado, tal classe tem despertado o interesse das construtoras, que estão cada vez mais empenhadas em agradar esse público. A demanda da classe C no mercado imobiliário tende a ser maior do que todas as outras classes juntas, podendo atingir R$ 9,5 milhões em movimentação em 2016.

Os que pensam que os imóveis destinados a esse grupo possuem características inferiores estão enganados. Dos empreendimentos novos aos usados, para locação ou para compra, a classe C valoriza a qualidade.

“Trata-se de clientes exigentes, muitos em busca do primeiro imóvel próprio, que prezem pela segurança e pelo conforto da família e que têm aquisição do imóvel um motivo de orgulho”. Pedro Augusto

Seguindo a estas exigências do consumidor, as construtoras estão cada vez mais se especializando em atender suas demandas. Priorizando a qualidade e preços acessíveis.

Perfil de compra da classe C

A classe C é a maior massa de público comprador e locatário do país. Entre as opções mais requisitadas estão os imóveis de dois e três quartos, em vários pontos de Belo Horizonte e também da região metropolitana.

“A maioria busca por imóveis que se encaixam no programa Minha Casa Minha Vida e por imóveis populares novos, na planta, prontos ou até mesmo usados, que estejam dentro da carta de crédito do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).” Pedro  Augusto

Entre os bairros mais requisitados da lista estão:

  • Cardoso
  • Milionários
  • Barreiro
  • Boa Vista
  • Serrano
  • Alipio de Melo
  • Copacabana
  • Caiçara
  • Liberdade

A região de Venda Nova e o Vetor norte também merecem ser destacado. “Santa Luzia, Vespasiano, Contagem e Betim também tem atraído bastante este público”, destaca Pedro.

Gostou da matéria? Deixe aqui os seus comentários.

Cadastre-se para receber ofertas de imóveis contemplados pelo programa Minha Casa Minha Vida.

 

 

Escrito por Casa Grande

Da equipe de conteúdo da Casa Grande.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: