O COVID-19, conhecido como coronavírus trouxe diversas mudanças no cotidiano dos cidadãos de todo o mundo, onde o combate a pandemia depende de isolamento dentro de casa e para isso foi necessário que diversas empresas fechassem as portas para o atendimento ao público, dificultando o cumprimento dos pagamentos de diversas dívidas.

A Caixa Econômica Federal com o intuito de ajudar a população, anunciou na quarta-feira (19) novas medidas de apoio às empresas e pessoas físicas, ente elas, a redução de juros e o congelamento dos pagamentos de empréstimos durante 60 dias.

Não é necessário nenhum tipo de comprovação para suspender o pagamento dos empréstimos e financiamentos imobiliários, devido a crise mundial, essa proposta é válida para todos os brasileiros. Acontecendo piora do quadro atual, os 60 dias de congelamento, podem virar até 120 dias.

Como solicitar o congelamento das parcelas

Não existe a necessidade de comparecer a uma agência para solicitar o congelamento das parcelas, basta requerer através do aplicativo HABITAÇÃO CAIXA.

Outras medidas anunciadas pela Caixa

Ações para Pessoas Físicas

  • Pausa de até 60 dias no pagamento das parcelas do seus contratos de CDC, Crédito Pessoal e Habitação, bem como na renovação do seu Consignado. Importante: pausa de até 2 prestações para contratos de crédito com até 59 dias de atraso.
  • Redução de taxa de juros do Crédito Consignado (a partir de 0,99% a.m.), Penhor (a partir de 1,99% a.m.) e CDC (a partir de 2,17% a.m.).
  • Ampliação das linhas de crédito consignado para aposentados e pensionistas do INSS com as melhores taxas do mercado.
  • Você poderá solicitar a pausa de até duas prestações pelo APP Habitação CAIXA, sem a  necessidade de comparecimento às agências.
  • ​Disponibilização de cartões de débito virtuais para os clientes Caixa.

Ações para empresas

  • Redução de juros de até 45% no Capital de Giro, com taxas a partir de 0,57% a.m., para a sua empresa ficar em dia com o pagamento de funcionários, fornecedores e aluguel.
  • Pausa de até 60 dias no pagamento das parcelas do Capital de Giro e na renegociação dos contratos de crédito da sua empresa.
    Importante: pausa de até 60 dias para contratos de crédito parcelado PJ que estejam adimplementes.
  • Disponibilização de linhas de crédito especiais, com até 6 meses de carência, para empresas que atuam nos setores de comércio e prestação de serviços, mais afetadas pelo momento atual.
  • Linhas de financiamento de máquinas e equipamentos com taxas reduzidas, 6 meses de carência e prazo de até 60 meses para pagar.
  • Empresas poderão solicitar pausa estendida de até duas prestações em seus contratos habitacionais.

Hospitais

  • ​Liberação de R$ 3 bilhões para linhas de crédito destinadas a Santas Casas e Hospitais Filantrópicos que prestam serviço ao SUS, para reestruturação de dívidas e novos recursos.
  • Taxa de juros de 0,80% a.m. para prazos de até 60 meses (redução de 14%) e de 0,87% a.m. para prazos de até 120 meses (redução de 23%).
  • Prazo de pagamento de até 120 meses e carência de até seis meses.

Fonte: Caixa Econômica Federal

Escrito por Casa Grande

Da equipe de conteúdo da Casa Grande.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: