Para participar do programa Minha Casa Minha Vida é preciso se cadastrar e atender alguns critérios.

 

Para participar do Minha Casa Minha Vida é preciso atender alguns critérios, um deles é ter a renda mensal estabelecida pelas faixas do programa, entre R$ 1.800,00 a R$ 6.500,00. Neste valor, pode ser somado o salário de toda a família. Depois de verificar se sua renda se encaixa no programa, chegou o momento de fazer o seu cadastro.

Cadastro

Se sua família tem uma renda mensal menor que R$ 1.800,00 é necessário inscrever na prefeitura da sua cidade ou numa entidade organizadora para iniciar o processo de seleção. Além disso, primeiro você deverá consultar se a sua cidade é parceira do Minha Casa Minha Vida, basta verificar na prefeitura.

No caso de Belo Horizonte, a secretária da prefeitura responsável pelo cadastro do programa é a Companhia de Urbanização e Habitação de Belo Horizonte (Urbel). Se quiser saber mais informações sobre o programa na cidade, clique aqui.

Se sua renda está entre R$ 1.800,00 a R$ 6.500,00, além de poder contratar por meio da Caixa Econômica Federal, por exemplo, ou outra entidade organizadora. Para isso, basta fazer a simulação, para saber quanto você poderá investir, e entregar a documentação para dar entrada ao processo de compra.

+ Veja como funciona as faixas de renda

Avaliação do cadastro

 As famílias com renda menor que R$ 1.800,00, a Caixa Econômica irá validar sua inscrição. Posteriormente, é enviado um comunicado sobre a data dos sorteios das unidades e da assinatura do contrato de compre e venda do imóvel.

No caso de atendimento direto na agência ou no Correspondente Caixa Aqui, a Caixa recebe e analisa a sua documentação e a do imóvel escolhida por você. Depois apresenta as melhores condições para o financiamento.

Assinatura do contrato

Após validado e aprovado o cadastro você assina o contrato de financiamento. Outras condições impostas pelo programa, além da faixa de renda são:

  • As prestações não podem ser maiores que 30% da sua renda familiar mensal.
  • O imóvel deve ser utilizado para sua moradia.

O que pode eliminar a sua candidatura

Para receber este benefício, além de se enquadrar em uma das faixas de rendas, existem outros critérios que precisam ser atendidos.

  • Recebeu alguma espécie de auxílio moradia do governo.
  • Se você é cadastrado no Cadastro Nacional de Mutuários, no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal. Ou se você já teve, em algum momento da sua vida, contrato no Programa de Arrendamento Residencial.
  • Se já financiou uma casa, apartamento ou lote.
  • Caso seja dono de algum imóvel (qualquer tipo).
  • Caso tenha alguma dívida ativa ou algum protesto no seu nome (“nome sujo”).

Ainda tem dúvidas de como funciona o programa? Baixe o nosso ebook do Minha Casa Minha Vida e descubra como financiar sua casa própria.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: