A Caixa Econômica Federal voltou a aumentar as taxas de juros do financiamento imobiliário. Foram reajustadas as taxas para financiamento de imóveis residenciais contratados com recursos da poupança (SBPE) no âmbito do Sistema Financeiro de Habitação (SFH). As novas condições passaram a valer para financiamentos concedidos a partir de 13/04/2015.

A alteração foi feita “por motivo do aumento das taxas básicas de juros”, segundo informou a Caixa Econômica nesta quinta-feira (16). Atualmente, a Selic está em 12,75% ao ano. O banco garantiu que não foram alteradas as taxas de juros dos financiamentos habitacionais contratados com recursos do Programa Minha Casa Minha Vida nem do FGTS.

Segundo Daniele Akamines, sócia-diretora da Akamines Negócios Imobiliários, em um financiamento de R$ 200.000,00 no prazo de 420 meses, a primeira prestação passou de R$ 2.024,66 para R$ 2.070,75.

O dinheiro do FGTS usado no financiamento que não sofreu aumento da taxa não é o do trabalhador que está tendo seu imóvel financiado, mas vem do montante global depositado no banco.

Já os financiamentos que são feitos com recursos da poupança sofreram aumento nas taxas de juros. Nesse caso, o dinheiro utilizado no financiamento também não vem da conta do trabalhador, mas das poupanças que fazem parte do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE).

Veja quanto o consumidor pagará a mais em um imóvel financiado por R$ 500 mil, pela tabela price, segundo a Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade):

Taxa de balcão: de 9,15% para 9,45%
Antes: consumidor pagaria 360 parcelas de R$ 3.937,07, totalizando R$ 1.417.345,20.
Agora: consumidor vai pagar 360 parcelas de R$ 4.066,36, totalizando R$ 1.463.889,60.

Quanto aumentou
Prestação: + 3,28% ou + R$ 129,29 por mês
Total do financiamento: + R$ 46.544,40

Relacionamento: de 9,00% para 9,30%
Antes: consumidor pagaria 360 parcelas de R$ 3.894,29, totalizando R$ 1.401.944,40.
Agora: consumidor vai pagar 360 parcelas de R$ 3.980,02 totalizando R$ 1.432.807,20.

Quanto aumentou
Prestação: + 2,20% ou + R$ 85,73 por mês
Total do financiamento: + R$ 30.862,80

Relacionamento (mais salário) e servidor (com relacionamento): de 8,70% para 9%
Antes: consumidor pagaria 360 parcelas de R$ 3.809,19, totalizando R$ 1.371.308,40.
Agora: consumidor vai pagar 360 parcelas de R$ 3.894,29 totalizando R$ 1.401.944,40.

Quanto aumentou
Prestação: + 2,23% ou + R$ 85,10 por mês
Total do financiamento: + R$ 30.636,00

Servidor (com relacionamento e salário): era 8,50% vai para 8,80%
Antes: consumidor pagaria 360 parcelas de R$ 3.724,74, totalizando R$ 1.340.906,40.
Agora: consumidor vai pagar 360 parcelas de R$ 3.851,66 totalizando R$ 1.386.597,60.

Quanto aumentou
Prestação: + 3,41% ou + R$ 126,92 por mês
Total do financiamento: + R$ 45.691,20

Agora que você já conheceu um pouco mais das taxas, chegou a hora de procurar o seu imóvel! Confira nossas oportunidades!

Fonte: Portal G1

Escrito por Casa Grande

Da equipe de conteúdo da Casa Grande.

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: