A chegada das chuvas e altas temperaturas do verão é o ambiente ideal para o crescimento do Aedes Aegypti, o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e da zika vírus. A melhor forma de combater a proliferação do inseto é tomando alguns cuidados em casa.

Para quem mora em prédio, as áreas comuns costumam ser um problema. Para ajudar o síndico no combate ao Aedes Aegypti, separamos algumas medidas que devem ser adotadas pela administração do condomínio.

Além disso, os moradores devem ser orientados como devem agir dentro de casa para evitar a propagação do mosquito. Conheça algumas ações simples que podem combater a doença.

Principais cuidados no condomínio

Fosso do elevador

Área ideal para a proliferação do mosquito, pois é escuro e acumula água. Como prevenção, sugere-se o escoamento ou bombeamento semanal da água.

Ralos e canaletas de água de chuva

Para os ralos externos, recomenda-se colocar tela de nylon com trama de 1 milímetro. Para os ralos internos, o ideal é instalar tampas com sistema abre-e-fecha ou vedar com tela de nylon. Manter as canaletas desobstruídas para facilitar o escoamento da água da chuva.

Lajes e marquises

Esses espaços devem ser checados semanalmente, cuidando para que não haja acúmulo de água. Uma alternativa é criar mecanismos para facilitar o escoamento, como a instalação de canos para a saída da água.

Vasos sanitários sem uso diário

Manter a tampa permanentemente fechada, acionando a descarga pelo menos uma vez por semana. Se não houver tampa, vedar o vaso com plástico preso com fita adesiva.

Caixas de descarga sem tampa

Fazer a vedação com filme plástico ou com o auxílio de um saco plástico preso com fita adesiva.

Pratos e aparadores de vasos de plantas

Substituir a água por areia grossa até a borda do prato ou do aparador.

Piscinas

Jamais descuidar do tratamento da água com cloro, seguindo as medidas indicadas pelo fabricante do produto. Alguns condomínios, por questões de economia ou por conta do racionamento de água, mantêm a piscina desativada. Neste caso, o síndico deve determinar a redução do volume de água para o volume mínimo e aplicar semanalmente cloro.

Plantas

Se possível, substitua as espécies por outras plantas que não acumulem água. Enquanto não ocorre a troca, recomenda-se regá-las com mangueira de pressão duas vezes por semana.

Principais cuidados no apartamento

Varanda Gourmet

Toda a louça utilizada não deve ficar no escorredor evitando o acúmulo de água.

Hortas e plantas

Vasos de plantas, mini hortas e jardins precisam ter escoamento da água evitando o acúmulo. Use telas de nylon ou coloque areia grossa no prato dos vasos, por exemplo.

Coberturas e áreas privativas

Cuidados com piscinas e jacuzzis, não esqueça de tratar a água com cloro e sempre deixar bem vedada. Não esqueça de verificar as canaletas e marquises, nada de água parada.

Dentro do apartamento

Caixa acoplada, vasos sanitários, ralos, vale o mesmo cuidado, recipientes sempre vedados, evitando água limpa e parada.

Sabemos que a responsabilidade das áreas comuns é do sindico, mas os funcionários do prédio e moradores também devem ficar atentos e ajudar a detectar o problema. É muito importante que o síndico estimule a participação dos condôminos nas tarefas de prevenção.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: